WhatsApp implementa mensagens autodestrutivas em versão beta do iOS

Caso você tenha a versão beta instalada e queira verificar se a funcionalidade está disponível, basta abrir as informações de um contato ou de um grupo – isso se você for o administrador – e procurar pelo recurso de mensagens que desaparecem.

Usuários da versão beta deverão ver a opção para ativar a funcionalidade. Foto: WABetaInfoReprodução

Ao acionar a funcionalidade pela primeira vez, um guia de funcionamento será exibido. Aqui, o mensageiro detalha que a mensagem desaparecerá após sete dias mesmo que o destinatário não acesse o aplicativo nesse tempo. No entanto, a notificação de que há uma mensagem pode continuar aparecendo até que o destinatário abra o vps windows e execute o app.

A empresa também esclarece que, caso a mensagem seja encaminhada para uma conversa em que a função não está ativada, o texto não desaparecerá. Além disso, em casos de backup antes dos sete dias, os envios não sumirão. Isso só acontecerá caso o arquivo com as conversas seja restaurado.

Quando ativada, a foto do grupo exibe um ícone de um pequeno relógio; em conversas individuais, haverá uma sinalização no meio das mensagens. Foto: WABetaInfoReprodução

Para saber se a funcionalidade está ativada em um grupo, basta olhar para a foto, será possível ver um ícone de um pequeno relógio. No caso de conversas individuais, a indicação será exibida na própria janela do bate-papo.

Agora, o famoso FAQ perguntas frequentemente feitas, em português mudou de nome. Com o update, o local para tirar dúvidas sobre o mensageiro passou a se chamar Central de Ajuda.

Além disso, o WhatsApp começa a oferecer a possibilidade de denunciar diretamente uma conversa ao mensageiro. Para comprovar suas alegações, é possível incluir as últimas mensagens trocadas. Isso pode ser feito em bate-papos individuais, em grupo ou empresariais.

Denunciar mensagens agora envia uma cópia do que foi enviado para o WhatsApp. Foto: WABetaInfo

Vale lembrar que a empresa sempre comenta que preza pela segurança de seus usuários. Por esse motivo, a companhia terá acesso apenas às últimas mensagens trocadas dentro da conversa denunciada – com a permissão do usuário, obviamente.